Por: Ariston Sal Junior | 4 anos atrás

BAMBAMCD1_CDS_WAL.inddIndigno Kid surgiu do experimentalismo de Alex Girardi, então vocalista da banda de electro-disco-grunge Aurora Snow, com música pop e eletrônica. Em uma noite de 2012, cinco músicas saíram do casulo em uma primeira empreitada pela busca de um som autoral, sem seriedade e acima de tudo pop.

Em 2013, além de trabalhos como videomaker e ator da Cia. Colher de Pau de Teatro, Alex Girardi apurou mais sua produção no segundo EP lançado como Indigno Kid. “Simulated Moves” continha sete faixas que flertavam mais com poprock, hiphop e 90’s. Do EP, os vídeos “Heavy Coffee” e “Givememy$$$” foram lançados.
Durante sua passagem por Recife na metade do mesmo ano, Alex trabalhou com Caio Alves na faixa “Excitement”, que viria a entrar no EP do cantor recifence, e em covers de música pop com o mesmo, a dupla como “FVRT CCKTLS”.
Procurando um refinamento dentro dos seus trabalhos, Alex produziu no fim de 2013 as faixas “Sun of My Beach” e “Enough”, da banda Aurora Snow. E começa a trabalhar então em “Feed You”, primeira música a ser incluída no trabalho então intitulado “Adultland” e que ganhou vídeo oficial na época de lançamento.
Durante 2014, a colaboração com Caio Alves abriu as portas para a possibilidade de Indigno trabalhar com outros produtores. Assim, Juan Conde (Colômbia) e Maximilliano Clipper (Chile) cederam faixas de produção própria para o trabalho que ganhava forma e nome de “Wonderlost in Adultland”. O álbum possui também a faixa “Unlike You”, produzida pelo americado Spencer Mills, e um featuring com o amigo e parceiro de palco de Alex, Tiago Novo.
O trocadilho com “Wonderlust” (o desejo incontrolável da viagem para um lugar longe e desconhecido) com o “Lost” (perdido) tão comum em jovens adultos em seus universos (“Adultolândia”) definia bem o tom das músicas: histórias e situações de um garoto indigno que ainda não se considera “gente crescida”.
Nas dez faixas do álbum, Indigno transita entre a música pop em muitas vertentes: bossa nova (“Princess” e “Gladiators”), eletrônica (“Unlike You”, “Feed You” e “…Then I Miss You”), electro-rock (“There Is No Other Plan…” e “Adultland”), trip/hiphop (“Selfie Lullaby” e “Nick”) e o mais sincero cheesy pop (“Wonderlost”). A mistura de gêneros e influências vem da mistura de paixões de Indigno: suas bandas favoritas sempre foram Nirvana e… Spice Girls (*relacione).
Totalmente homemade e despretensioso ao máximo, “Wonderlost in Adultland” é um álbum que, nas palavras de Alex Indigno Kid, é “mais uma ejaculação pop do que uma obra de arte musical. É uma mistura de raiva, sexo, desilusões amorosas e amores correspondidos”.
O álbum está disponível para streaming e download (com 2 bonus tracks + digital encarte) na página oficial do facebook e tumblr oficial.
http://facebook.com/indignokid
http://indignokid.tumblr.com
https://soundcloud.com/indigno-kid
PREVIEW DO ALBUM:
https://soundcloud.com/indigno-kid/wonderlost-in-adultland-album-preview
(arte do álbum: Geelherme Vieira)
(fotos: divulgação)