Por: João Marcos | 3 anos atrás

Corre em diversos portais na web a notícia de que o juiz Luiz Moura Correia, da Central de Inquéritos da Comarca de Teresina (PI), teria determinado que uma empresa de telefonia “suspenda temporariamente até o cumprimento da ordem judicial (…), em todo território nacional, em caráter de urgência no prazo de 24 horas após o recebimento, o acesso através dos serviços da empresa aos domínios whatsapp.net e whatsapp.com, bem como todos os seus subdomínios e todos os outros domínios que contenham whatsapp.net e whatsapp.com em seus nomes e ainda todos números de IP (Internet Protocol) vinculados aos domínios já acima citados”.

Uma publicação do site da Época, ainda trás uma imagem do que seria o mandato expedido pelo juiz:

app

Ele ainda teria informado que, o motivo da suspensão do Whatsapp em todo o Brasil não pode ser explicado porque a ação tramita em segredo na justiça.

A suposta empresa de telefonia que pode ter sido notificada pelo mandato acima seria a VIVO, que foi comunicada da decisão do juiz em 19 de fevereiro e, agora, corre contra o tempo para cassar a decisão.

Vamos aguardar para ver o desfecho da notícia ou, se ela não passa de mais um Hoax na internet – até andei fuçando pra ver se a fonte disso não tinha sido o sensasionalista.org 😛

Uma coisa me deixou encucado aqui e, talvez eu não tenha entendido direito. Mas se a suspensão rolou lá no dia 19 e eles tinham 24h para tirar do ar, como é que ainda está funcionando? Tenho Vivo e não lembro dele ter saído do ar por esses dias.

Pra quem quiser ler um pouco mais a respeito da notícia, aqui tem a matéria que saiu na Época, aqui a do Olhar Digital e aqui n’O Globo.