Por: André Marques | 3 anos atrás

O motivo é que tivemos origem na África, de acordo com a Ciência. Os primeiros Homo sapiens eram negros. Ao migrarem respectivamente para a Ásia e por último para a Europa, a adaptabilidade induziu o clareamento da pele e não o contrário.

Nessa época, de acordo com os pesquisadores, a cor branca pode ter sido uma vantagem evolutiva, uma vez que é mais eficiente na produção de vitamina D via absorção da luz solar do que a pele escura. A falta do nutriente está relacionada ao desenvolvimento de doenças cardíacas, diabetes, artrite e deficiências no sistema imunológico. 

via Revista Época