Por: João Marcos | 3 anos atrás

Segue artigo publicado no site Diário de Biologia

Na verdade, não é bem fumaça e sim um vapor condensado. A mesma situação acontece quando abrimos uma panela quente. O ar aquecido (como o que vem dos nossos pulmões) expande e mantém a umidade mais aumentada do que o ar frio (do ambiente externo), e as partículas de água têm mais espaço para flutuar no ar.

fumaça boca

Foto: Divulgação

Assim, quando o ar que vem de dentro sai do corpo, ele esfria e diminui o espaço para as partículas de água em suspensão, e estas se condensam. É o mesmo fenômeno da neblina: o ar de um dia quente se condensa depois que o sol se esconde.

O ar que respiramos para fora de nosso organismo vindo dos pulmões varia de 35 a 37 graus Celsius e contém boa quantidade de água suspensa. Se a temperatura exterior for muito inferior, abaixo de 10 graus, acontece a condensação e então aquele aspecto de fumaça se forma.