Por: Ricardo Daniel Treis | 7 anos atrás

A 2ª edição do Projeto Vitrine Cultural Marisol chega nesta segunda-feira (13) a Jaraguá do Sul, onde durante uma semana, até dia 17, exibirá gratuitamente filmes nacionais de sucesso à comunidade. Até quarta-feira (15), o caminhão-cinema estará no Pátio da Loja Marisol (Vila Lalau), completando a semana no Pátio da Arena Jaraguá, com sessões em vários horários.

Em todas as sessões, a comunidade pode comparecer sem pagar entrada, assistindo a filmes como O Menino da Porteira, Castelo Rá-Tim-Bum e O Ano em Que Meus Pais Saíram de Férias, entre outros.
Até 02 de julho, o Vitrine Cultural Marisol fará 140 sessões em 12 cidades gaúchas, catarinenses e cearenses, exibindo filmes brasileiros de qualidade voltados ao público infanto-juvenil e à comunidade em geral. Na tela, os espectadores assistirão desde temas mágicos até outros bem realistas. E o melhor: toda a comunidade pode entrar, porque a entrada é gratuita.

O roteiro começou em Novo Hamburgo, no Rio Grande do Sul, e terminará em Maracanaú, no Ceará. O projeto pretende aproximar a Sétima Arte das comunidades que freqüentemente não podem ir ao cinema, seja pelo preço dos ingressos ou porque não há sala de cinema em sua cidade. São esperadas ao todo 4,2 mil pessoas.

Ao entrar no caminhão-cinema, os espectadores terão todo o conforto de um cinema: climatização, 30 poltronas (mais dois lugares para portadores de necessidades especiais), tela de 120 polegadas, iluminação especial e isolamento acústico.

SERVIÇO

Jaraguá do Sul
13/06: no Pátio da Loja Marisol (Vila Lalau), às 9h, 13h30, 15h30 e 19h30.
14/06: mesmo local, às 8h, 10h, 13h30, 15h30 e 19h30.
15/06: mesmo local, às 8h, 10h, 13h30, 15h30 e 19h30.
16/06: no Pátio da Arena Jaraguá, às 8h, 10h, 13h30, 15h30 e 19h30.
17/06: mesmo local, às 8h, 10h e 13h30.
Informações: Secretaria de Educação – (47) 2106-8122 (Sirley)

Confira os filmes em cartaz após o jump.

Castelo Rá-Tim-Bum (Classificação livre / (Público Infanto-Juvenil)
O aprendiz de feiticeiro Antonino Stradivarius (Diegho Bueno), um menino de 300 anos, vive em um castelo encantado com seus tios e mentores: Morgana (Rosi Campos) e Doutor Victor (Sergio Mamberti). Eles aguardam um momento mágico quando os planetas do Sistema Solar se alinham e seus poderes são renovados. Mas para isso Nino precisa escrever encantamentos em seu livro que, após várias tentativas, continua em branco. Porém, quando a malvada tia Losângela (Marieta Severo) entra em cena, os planos de Nino tomam novo rumo, e agora ele precisa bolar um plano para salvar seus tios da destruição.

O Ano em Que Meus Pais Saíram de Férias (Classificação: 10 anos)
Em 1970, o Brasil e o mundo parecem estar de cabeça para baixo, mas a maior preocupação na vida de Mauro, um garoto de 12 anos, tem pouco a ver com a ditadura militar que impera no País, seu maior sonho é ver o Brasil tricampeão mundial de futebol. De repente, ele é separado dos pais e obrigado a se adaptar a uma “estranha” e divertida comunidade – o Bom Retiro, bairro de São Paulo, que abriga judeus, italianos, entre outras culturas. Uma história emocionante de superação e solidariedade.

Orquestra dos Meninos (Classificação: 10 anos)
Janeiro de 1995. Um integrante de 13 anos da Orquestra Sinfônica do Agreste da pequena cidade de São Caetano (Pernambuco) é seqüestrado. O principal suspeito é o criador da orquestra, o maestro Mozart Vieira (Murilo Rosa), o que coloca o trabalho do músico em risco.

O Menino da Porteira (Classificação: 12 anos)
Anos 50. No vilarejo de Rio Bonito o peão Diogo (Daniel) conduz uma grande boiada até a Fazenda Ouro Fino. Ao passar pelo sítio Remanso ele conhece Rodrigo (João Pedro Carvalho), um garoto que sonha em se tornar um boiadeiro. Logo eles se tornam amigos, sendo também testemunhas das injustiças que ocorrem na região devido à ganância do major Batista (José de Abreu), dono da Fazenda Ouro Fino. O major ordena que seus capangas chantageiem os moradores locais, de forma que vendam o gado pelo preço que deseja. A situação muda quando Otacílio Mendes (Eucir de Souza), pai de Rodrigo, decide se rebelar, contando com a ajuda do farmacêutico dr. Almeida (Zedu Neves).

As Melhores Coisas do Mundo (Classificação: 14 anos)
Mano (Francisco Miguez) é um adolescente de 15 anos. Ele está aprendendo a tocar guitarra com Marcelo (Paulo Vilhena), pois deseja chamar a atenção de uma garota. Seus pais, Camila (Denise Fraga) e Horácio (Zé Carlos Machado), estão se separando, o que afeta tanto ele quanto seu irmão mais velho, Pedro (Fiuk). Sua melhor amiga e confidente é Carol (Gabriela Rocha), que está apaixonada pelo professor Artur (Caio Blat). Em meio a estas situações, Mano precisa lidar com os colegas de escola em momentos de diversão e também sérios, típicos da adolescência nos dias atuais.