Por: Ariston Sal Junior | 4 anos atrás
menino-Guaramirim-reproduçao (1)

Menino Djonathan morreu na terça e família autorizou a doação dos órgãos (Foto: Divulgação)

Será sepultado hoje o corpo do menino Djonathan Eduardo Klitzke, de oito anos, que morreu após um deslizamento no Bairro Nova Esperança, em Guaramirim, na manhã de domingo, dia 8. A morte foi confirmada durante a tarde de terça-feira, no Hospital Materno-Infantil de Joinville, e à noite os pais autorizaram a doação de órgãos. A mãe, Josi Kamer Klitzke, 34, continua internada na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital São José, em Jaraguá do Sul.

Ela sofreu uma fratura no fêmur e no joelho. Segundo o pai de Josi e avô do menino, Moacir Kamer, 57, ela se recupera bem e até o fim de semana deve sair da unidade para um quarto. “Ela está consciente, soube do falecimento e autorização a doação, entendendo que assim o Djonathan pode ajudar outras pessoas”, diz o avô.

O deslizamento aconteceu entre as ruas Maria Zastrow e Waldir Prüce por volta das 6h de domingo. Valmir Klitzke, 33, estava no quarto com os dois filhos (Djonathan e David, de 3 anos) e Josi tinha subido para o segundo piso da garagem, onde tinha uma confecção. Segundo o relato do avô, a mãe ouviu o barulho do desmoronamento, foi atingida e ainda conseguiu ligar para os bombeiros e pedir socorro. “Meu genro foi retirado primeiro, depois os dois meninos. Quando um foi enviado para Joinville, já percebi que não iria sobreviver”, diz. Esperançoso e não escondendo a sua fé, Kamer espera que a doação de órgãos sirva para salvar outras vidas. “Essa foi a missão do Jonathan”, comenta.

A família está se mobilizando para abrir uma conta exclusiva para doações, já que agora será preciso construir uma casa e mobiliá-la. A casa onde moravam havia sido atingida em janeiro de 2008 com um deslizamento e reconstruída em dezembro daquele ano. “Aquele lugar não existe mais, agora eles vão reconstruir a vida em outro espaço, mas precisamos de ajuda”, diz o avô. Quem puder ajudar pode ligar para 3370-5002 ou 9137-2201 e falar com Moacir.

Via Ocp