Por: Sistema Por Acaso | 4 anos atrás

Captura de Tela 2014-11-25 às 09.12.00

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Santa Catarina divulgou na manhã de ontem (24/11), a informação de que policiais da corporação foram acionados para atender a uma ocorrência de assalto a um ônibus de turismo na Rodovia BR-101, nas proximidades do município de Barra Velha, no Litoral Norte do Estado.

De acordo com as primeiras informações, divulgadas pela Assessoria de Comunicação da PRF/SC, o assalto aconteceu na tarde do último domingo (23/11), por volta das 16h15min (horário de Brasília), no km 95 da rodovia, a um ônibus de turismo que no momento do assalto transportava 32 passageiros (homens, mulheres e crianças) e dois motoristas. Todos foram mantidos como reféns.

Veja o vídeo

[youtube_sc url=”https://www.youtube.com/watch?v=4HNcbefSezo&feature=youtu.be”]

Segundo os dados que constam no Boletim de Ocorrência (BO), os quais foram repassados à imprensa, O ônibus fazia o itinerário entre as cidades de Novo Hamburgo (RS) e São Paulo, e ao chegar no km 95, o motorista avistou uma blitz da Polícia Civil logo mais à frente.

Pensando tratar-se de policiais verdadeiros, já que todos estavam de coletes da Polícia Civil e tendo viaturas com adesivos da corporação, ele decidiu parar o coletivo.

Assim que parou o coletivo, e antes de abrir a porta do veículo, o motorista perguntou a um dos ‘policiais’ o que estava havendo, tendo recebido como resposta que havia denúncias de que um dos passageiros estaria transportando drogas.

Assim que ele abriu a porta do ônibus quatro homens fortemente armados entraram no ônibus e anunciaram o assalto, ordenando a todos que descessem rapidamente do coletivo. Em seguida, eles exigiram que todos, sem exceção, ficassem completamente nus.

Os passageiros e os motoristas foram colocados e trancados no bagageiro externo do ônibus, enquanto os assaltantes roubavam os pertences das vítimas.

Uma testemunha disse que viu alguns cones colocados na pista, como se fossem realmente de uma blitz, e que havia um veículo modelo Peugeot 307, com adesivos e sirenes.

Um dos assaltantes assumiu a direção do ônibus e seguiu viagem para um local mais afastado. Em seguida, ele desceu do coletivo e entrou no veículo dos comparsas, tendo todos fugido em alta velocidade.

Todas as vítimas conseguiram se libertar cerca de 40 minutos, e muitas conseguiram encontrar suas roupas e se vestir. A Polícia Rodoviária Federal foi acionada e rapidamente enviaram viaturas para o local.

Buscas foram realizadas na região, mas até o momento os suspeitos não foram identificados, localizados e/ou presos, permanecendo foragidos.

A ocorrência foi registrada na Delegacia de Polícia Civil do município, que ficará encarregada pelas investigações.

Com informações da Assessoria de Comunicação da PRF/SC