Por: André Marques | 18/08/2014

Não muito tempo atrás, comentamos aqui sobre a tragédia que aconteceu em um zoológico no Paraná, onde um menino precisou amputar o braço após ser atacado por um tigre. Depois ficamos sabendo que o menino ,- e eu insisto em repetir – em um ato de muita maturidade, pediu para não matarem o tigre.

Como se o número de vezes que esse assunto apareceu na grande mídia não fosse suficiente, novas imagens sobre o caso surgiram e nelas podemos ouvir o pai – além de outras pessoas – incentivando o menino a brincar com um leão.

Em uma entrevista ao Fantástico, no dia 10 de agosto, Vrajamany disse que seu pai não teve culpa no acidente. Eu me lembro de dizer “ponto pra você, Vrajamany” em uma outra ocasião, mas fica difícil manter esse ponto se o garoto quer defender todo mundo. É admirável ver ele querendo tomar as dores pelo pai, mas depois de ver o ‘paizão’ incentivando uma criança a brincar – diga-se provocar – com um leão, fica mais do que claro que ele tem, de fato, culpa pelo que aconteceu. Veja o vídeo:

[youtube_sc url=”https://www.youtube.com/watch?v=G0h0_JsyWzI”]