Por: Ricardo Daniel Treis | 8 anos atrás

Olhaí, você entenderia esse desenho se um satélite caísse no seu quintal?

Placa da Pioneer 10

Sério, antes de ler o resto do post, dá uma boa olhada e tenta interpretar.


Esse esquema está (ou estava) marcado numa placa de ouro acoplada à sonda Pioneer 10, lançada pela Nasa ao espaço em 1972. Originalmente desenhada para uma missão de 21 meses, a sonda mandou seu último sinal em 22 de janeiro de 2003 – o que não quer dizer que ela deixou de existir, seu gerador termonuclear de energia pode ter parado de funcionar.

Caso ela continue sua rota, vai parar na estrela vermelha Aldebarã (o olho da constelação de Touro). O tempo para isso? 2 milhões de anos (são 68 anos-luz de distância).

E quanto ao desenho? Bom, no tempo que ia ficar no espaço já foi concebido que poderia trombar com alienígenas, então a placa foi uma forma de dizer que aqui na Terra (a quarta bolinha do diagrama) há vida inteligente a ponto de lançar uma sonda espacial (cuja forma é igual ao ícone apontado pela setinha). Alí também mostra como são os humanos (essa foi óvea) e nossas dimensões em proporção à sonda.

O resto dos rabiscos mostram a posição do Sol em relação ao centro da galáxia (aquele asterisco lá) e informações quanto ao hidrogênio (as bolinhas no topo), que é o mais abundante dos elementos químicos.

Ta-da! Agora Você tem um assunto para o intervalo do jogo no domingo!


Agora vê, os aliens olham aquele diagrama e pensam num humano. Então caem na Terra e vêem isso:

O Trapézio de Curitiba

ou isso

Obeso mórbido

Shit! Humanidade #fail.