Por: João Marcos | 24/10/2012

Ta lá na versão digital e impressa do AN:

Em coletiva de imprensa nesta quarta-feira, o candidato Udo Döhler (PMDB) disse que irá abrir mão do salário de prefeito caso venha a ser eleito.

Se vencer a eleição contra Kennedy Nunes (PSD) no próximo domingo, Udo irá repassar seu salário para entidades assistenciais que ainda serão escolhidas. Atualmente, o prefeito do município recebe R$ 20,5 mil por mês.

Para confirmar a promessa, Udo irá registrar o fato em cartório ainda nesta quarta-feira. Segundo ele, a decisão foi tomada desde o início da campanha, mas só foi tornada pública agora para evitar que os adversários criticassem a opção.

— Foi uma decisão somente minha. O PMDB não foi consultado. Refleti e achei que era o melhor a fazer —, disse Udo.

Durante o anúncio, que aconteceu às 11 horas, na empresa Döhler, na zona Norte, a decisão de repassar o salário para entidades sociais é só dele. Caso venha a ser eleito, o vice Rodrigo Coelho (PDT) irá receber a remuneração do seu cargo, que atualmente é de R$ 10,2 mil.