Por: Max Pires | 21/06/2010

O ranço de Dunga, técnico da seleção brasileira de futebol, à imprensa resultou em uma atitude inusitada da TV Globo, que se manifestou sobre o comportamento do treinador, em editorial exibido no “Fantástico” deste domingo (20).

A emissora se posicionou após o “destempero” de Dunga durante a entrevista coletiva concedida pelo técnico após a vitória do Brasil sobre a Costa do Marfim, em partida válida pela segunda rodada da Copa do Mundo da África do Sul.

Quando respondia à segunda pergunta, fazendo críticas ao trabalho da imprensa, o treinador se irritou com o jornalista Alex Escobar, da Globo, que falava ao telefone com Tadeu Schmidt e balançava a cabeça, discordando da resposta. “Algum problema?”, perguntou Dunga, interrompendo sua fala e apontando para o repórter.

Na sequência, o treinador seguiu resmungando ofensas que vazaram pelo áudio da sala de imprensa, constrangendo todos os presentes no local. Ainda houve mais respostas ácidas para os jornalistas e a saída da sala, também resmungando palavrões.

Sobre o episódio, a TV Globo, por meio de texto narrado por Schmidt, disse que Dunga apresentava comportamento “não compatível” com seu cargo e história. “O técnico Dunga não apresenta nas entrevistas comportamento compatível de alguém tão vitorioso no esporte. Com frequência, usa frases grosseiras e irônicas”.

“O que precisa ficar claro em mais esse episódio, é que torcemos muito para que a seleção chegue à conquista de mais um título mundial. E que a preocupação do Jornalismo da Rede Globo sempre foi a de levar a melhor informação a você, telespectador, independentemente de quem esteja no comando”, finalizou o comunicado.

Mesmo na “Era Zagalo”, em que o ex-treinador proferiu a famosa frase “vocês vão ter que me engolir”, dirigida aos jornalistas e críticos de sua gestão, não houve reação da emissora.

Via UOL.