Por: Gabriela Bubniak | 13/11/2017

A TV digital ganhou o Brasil e, como muitos sabem, o sinal analógico já começou a ser desligado em várias cidades. A data limite varia de acordo com sua região, mas um fato é certo: o prazo é cada vez menor.

Quem já possui um televisor com conversor digital precisa apenas verificar se a antena também capta esse tipo de sinal. Por outro lado, os usuários que têm televisão de tubo ou um modelo fabricado antes de 2010 precisam de um conversor.

O Governo Federal distribui kits gratuitos de conversão para participantes de programas sociais como o Bolsa Família, Minha Casa Minha Vida, Tarifa Social de Energia Elétrica, entre outros. Você pode conferir se tem direito ao benefício por meio do site Seja Digital.

O kit do governo tem todos os aparelhos necessários à conversão do sinal analógico para o digital. Além do conversor em si, o pacote inclui um corpo de antena; 12 varetas; um cabo coaxial de oito metros; um suporte de parede com mastro; parafusos, porcas e arruelas; um controle remoto com pilhas; uma fonte de alimentação; e um cabo RCA.

Veja se você tem direito ao kit

Passo 1. Acesse o site Seja Digital e entre na página “Programa de distribuição de kits“. Pressione o botão “Consulte e agende”;

(Foto: Reprodução/Raquel Freire)

Passo 2. Insira seu CPF ou NIS (Número de Identificação Social) no campo de texto. Em seguida, clique em “Buscar”;

Passo 3. Quem não tem direito ao kit gratuito visualizará uma tela como a de baixo, informando que o número não foi encontrado. No entanto, a mensagem pode aparecer para quem tem o benefício mas está cadastrado apenas com o NIS. Se você pesquisou pelo CPF, tente novamente com o Número de Identificação Social, presente na Carteira de Trabalho;

Passo 4. Se você pesquisou pelo NIS e ele também não foi encontrado, duas coisas podem ter ocorrido: ou você não tem direito ao benefício ou a distribuição ainda não começou a ser feita na sua região. Preencha o formulário que está embaixo, marque a caixa declarando que você possui apenas TV de tubo em casa e clique em “Enviar”;

(Foto: Reprodução/Raquel Freire)

Passo 5. Seu cadastro será armazenado e um atendente do site Seja Digital entrará em contato via telefone ou e-mail dando mais informações sobre sua situação;

Passo 6. Se você tiver direito ao Kit, a busca com seu CPF ou NIS retornará suas informações pessoais.

(Foto: Reprodução/Raquel Freire)

Agendando a retirada do kit

Passo 1. Entre na página para agendamento da retirada do kit. Informe seu CPF ou NIS no campo de texto e clique em “Buscar”;

(Foto: Reprodução/Raquel Freire)

Passo 2. Você pode fazer o agendamento com ou sem o número de celular. Para este tutorial, escolhemos agendar a retirada cadastrando o telefone. Para isso, pressione o botão “Quero cadastrar meu celular”;

Passo 3. Informe o número de seu celular com DDD e aperte o botão “Clique para enviar um código para seu celular”;

Passo 4. O sistema enviará um SMS com um código de quatro dígitos. Insira-o na caixa de texto e pressione “Clique para validar”;

(Foto: Reprodução/Raquel Freire)

Passo 5. Será exibida a mensagem de que o celular foi cadastrado com sucesso. Clique em “Continuar o seu agendamento”;

Passo 6. A tela seguinte pedirá para que você informe como ficou sabendo do agendamento para retirada do kit conversor. Selecione a resposta mais adequada na caixa de opções e depois clique em “Continuar o seu agendamento”;

Passo 7. O sistema identificará o CEP de residência do benediciário. Clique em “Consultar outro CEP” para mudar a localidade. Depois selecione o local para retirada do kit de conversão, desça a rolagem para baixo e então clique em “Continuar agendamento”;

Passo 8. O calendário mostrará em negrito os dias disponíveis para retirada do Kit. Clique na data preferida para selecioná-la. Em seguida, escolha um horário no canto direito da tela. Verifique o endereço acima da hora. Por fim, clique em “Confirmar agendamento”;

(Foto: Reprodução/Raquel Freire)

Passo 9. Pronto, você agendou a retirada do kit conversor do sinal analógico para o digital. Guarde o protocolo de agendamento, destacado na imagem abaixo, pois ele será necessário juntamente com o NIS do responsável familiar.

Fonte: TechTudo