Por: Anderson Kreutzfeldt | 4 anos atrás

transitojara

Instalado na sexta-feira (28), em frente à empresa Weg, o novo radar da Avenida Prefeito Waldemar Grubba registrou até as 11 horas desta segunda-feira (31) um total de 320 infrações entre avanço de sinal e excesso de velocidade. Os números refletem, de acordo com o diretor de Trânsito e Transportes de Jaraguá do Sul, Rogério Luiz Kumlehn, uma pequena amostra da triste realidade sobre o comportamento dos condutores da cidade.

IMG_0034 - parao siteO município possui 22 radares que controlam velocidade, avanço de sinal e parada sobre a faixa, além de 54 sensores eletrônicos de velocidade que registram, em média, 6,5 mil infrações por mês. Os valores variam de acordo com a infração. Por furar o sinal, por exemplo, o valor é de R$ 191,00. Quando a infração é registrada por excesso de velocidade, pode custar até R$ 540,00, mas de acordo com Kumlehn, a média das notificações desta natureza na cidade é de R$ 127,00. A Prefeitura mantém um convênio com a empresa Aliança, de Blumenau, que trabalha com equipamentos de fotossensor. O convênio foi renovado em janeiro deste ano, mas pode, segundo o diretor, ser revogado a qualquer momento. A ideia é abrir para junho ou julho um processo licitatório visando reavaliação e modernização do sistema, com uso de equipamento com sensor infravermelho e capaz de fazer a contagem do fluxo de veículos. O convênio estabelece que do valor arrecadado com as multas, 50% seja repassado para a Prefeitura, 25% para a Polícia Militar e 25% para a Polícia Civil.

Vandalismo – Um dos equipamentos que mais sofre com atos de vandalismo é o sensor eletrônico de velocidade instalado em frente à escola Vítor Meirelles, na Rua Domingos Anacleto Garcia, no bairro Santo Antônio. De acordo com o responsável pela sinalização eletrônica da diretoria de Trânsito, Paulo Cesar Komgenski (na foto abaixo), o equipamento é depredado constantemente, colocando a vida dos estudantes em risco. “Todos os dias passo por aqui para ver se o equipamento está funcionando, mas está desligado em muitas situações, necessitando de reparos”, conclui.

IMG_0012 para o sitevia PMJS