Por: Ricardo Daniel Treis | 6 anos atrás

Iniciativa da Diretoria de Trânsito e Transportes de Jaraguá do Sul (cujas obras vale constar não devem ser confundidas com as da Secretaria de Urbanismo), neste sábado será feita outra ação ouvindo sugestão da população, que será o fechamento do calçadão à circulação de veículos das 8h às 18h. O trânsito no Centro será sinalizado fazendo referência ao fato.

Em julho o tema havia sido abordado aqui, e na enquete feita a ideia contou com 93% de aprovação dos leitores. Essa manifestação, entre outras, motivou a diretoria a contatar o comando da PM para planejar e executar a ação. A ideia é valorizar o espaço para a circulação de ciclistas e consumidores, abrindo também espaço para manifestações culturais e ações dos lojistas que queiram agregar atrativos, como brinquedos para crianças, distribuição de brindes etc.

As demais vias suportarão o tráfego derivado? Eis a prova de fogo… A medida ainda inédita nesta época do ano pode servir de referência extrema ao comportamento que toma o jaraguaense com tal mudança, seja ele pedestre ou motorista. Cada cidadão tem suas necessidades, eu pela minha parte aprendi que realizar as tarefas circulando a pé pelo Centro é muito mais confortável e prático que de automóvel.

Ademais aspectos, lamento que a iniciativa só pode ser tomada a esta altura, pois intervenções culturais de porte poderiam ter sido programadas para o Calçadão caso houvesse a antecedência. A músicos, artistas e grupos sugiro que busquem os responsáveis, e vejam de que forma possam atuar no espaço aproveitando a oportunidade.


TRÂNSITO VS COMÉRCIO

Janette Sadik-Khan, a poderosa secretária de Transportes de Nova York, na Times Square

“Diziam que os lojistas da Times Square perderiam muito dinheiro quando fechássemos a praça ao trânsito, e o contrário aconteceu. A renda do varejo duplicou em três anos, a frequência triplicou, e os pedestres, quando podem circular em paz, acabam gastando mais ali.”

De entrevista da Secretária de Transportes da cidade de Nova York, Janette Sadik-Khan. Em cinco anos no cargo ela abriu 450 km de ciclovias, 50 km de corredores de ônibus e fechou várias praças aos carros – inclusive a famosa Times Square, que tornou-se um grande calçadão.

“O espaço para carros e pedestres estava distribuído de forma desigual, havia 70 pedestres para cada dez carros.”

E qual é nosso caso aqui? Planejamento, estratégia e visão unilateral, eis o que gera evolução.


PRA FECHAR: as ciclovias reduziram em 40% o número de acidentes com ciclistas na cidade em Nova York, e as ações da secretária resultaram na queda de 75% nas mortes em acidentes de trânsito entre 2007 e 2011. O número de mortes anuais no trânsito de Nova York está em 291 – na cidade de São Paulo são cerca de 1.200.

Leiam na Folha a matéria completa sobre a secretária.