Por: João Marcos | 5 anos atrás

Tava demorando…

A incontestável vitória da Seleção Brasileira, que derrotou a Espanha pelo placar de 3 a 0 e conquistou o tetracampeonato na Copa das Confederações, pareceu não convencer alguns torcedores. Pelas redes sociais, usuários mencionaram uma suposta fraude na competição, em que os espanhóis teriam feito um acordo para “entregar” o título ao Brasil.

De acordo com a teoria da conspiração, a vitória brasileira no estádio do Maracanã serviria para aplacar as manifestações que se espalharam pelo país. Em um texto reproduzido no Facebook – eu li, mas perdi o link, caso alguém tenha coloque nos comentários para que eu faça o update aqui com o link – um autor anônimo afirmou que, horas antes da decisão, dirigentes espanhóis se reuniram com representantes da Fifa para combinar uma compensação financeira aos jogadores.

Apesar dos boatos não contarem com nenhuma prova real, essa não é a primeira vez que um título no futebol é contestado. O texto compartilhado nas redes sociais, por sinal, é muito semelhante a um divulgado após o título da França na Copa do Mundo de 1998 – NESSE sim eu acredito que teve treta, até hoje me questiono sobre aquela possível virose do fenômeno antes do jogo –  em que os donos da casa bateram a Seleção Brasileira pelo placar de 3 a 0.

Na ocasião, o autor da denúncia afirmou que os brasileiros se deixaram vencer após a Fifa pagar alguns milhões de dólares pela derrota. Como compensação, o Brasil seria beneficiado na Copa do Mundo de 2002, além de ganhar o direito de receber a competição futuramente.

Mas foi bem ensaiado então né? Porque aquela bola que o David Luiz tirou na linha, a sapecada do Neymar e o gol deitado do Fred me pareceu bem legítimo…

E você, acha que foi na raça ou foi comprado?