Por: Ricardo Daniel Treis | 4 anos atrás

Texto de Suelen Soares da Silva, para o ND Online:

O bluesman JJ Jackson é atração da segunda noite do festival

O bluesman JJ Jackson é atração da segunda noite do festival

Duas noites para ficar na memória. Na quinta-­feira (7) e sexta-­feira (8) a pedida será o primeiro festival de blues da cidade “o Joinville in Blues”, no Teatro e Porão da Liga. O festival começa às 22h e terá um “cardápio” com oito atrações, que deixarão os apreciadores do gênero, muito bem servidos.

Para abrir a primeira noite, no palco do Porão da Liga, Ari Frelo apresenta o projeto “One Man Band”. De Lages vem Marzio Lenzi & Raze Blues. O californiano radicado em Joinville, Rex Johnson, também já confirmou presença. A noite ainda contará com a voz marcante de Lily Blumerants e terá o encerramento da banda Karadura Blues Brothers.

De acordo com o produtor Luciano Cavichiolli, o festival vem sendo planejado há 20 anos, mas o movimento blues deu uma esfriada na região e a ideia, apesar de não ser esquecida, foi ficando engavetada. Ele afirma que não existe nada do gênero em Santa Catarina.

“No início do ano, quando eu fiz contato com os Etílicos, reacendeu esta vontade. Em princípio seria só uma noite, mas o pessoal foi pedindo pra tocar e foi ficando muita gente pra uma noite só”, explica.

Uma das atrações da quinta-­feira será a banda Karadura, que se reunirá especialmente para o festival. O público verá, depois de dez anos longe dos palcos, Mauro Uhlig (bateria), Germano Busch (contrabaixo) e Allan Bastos (guitarra e voz).

[youtube_sc url=”https://youtu.be/IUKr31IktwA” width=”650″ autohide=”1″]

Na segunda noite, a mais antiga banda de Blues de Santa Catarina pede passagem e abre os trabalhos no Teatro da Liga. The Headcutters, de Itajaí, mostrará a sua versatilidade musical de 14 anos de carreira. J.J Jackson, que nasceu no Arkansas, mas adotou o Brasil como a sua casa desde os anos 1990 dará ainda mais qualidade a esta noite, que encerra com a consagrada banda Blues Etílicos.

[youtube_sc url=”https://youtu.be/4tOvUQxR-Io” width=”650″ autohide=”1″]

Formado nos idos de 1980, no Rio de Janeiro, o Blues Etílicos é a conjunto do gênero com mais tempo em atividade no Brasil. Neste ano, a banda comemora 30 anos de carreira com o lançamento do seu novo CD “Puro Malte”. O álbum tem doze músicas, onze delas autorais e uma releitura de Freddie King, na música San Ho Zay.

Jam Session
E como todo bom festival, o Joinville in Blues terá uma Jam Session na sexta­feira, logo após as apresentações. O público poderá acompanhar os músicos, que descerão para o Porão da Liga e o blues rolará solto pelo resto da noite.

Embora as apresentações comecem apenas às 22h, a partir das 19h, os portões do Porão da Liga já estarão abertos. Os ingressos podem ser adquiridos através do site do https://www.ticketcenter.com.br/, no Teatro da Liga, depois das 14h, ou na loja Zelinha Baby.

Serviço
O quê: Joinville in Blues Festival
Quando: quinta (7) e sexta-­feira (8), às 22h
Onde: Teatro e Porão da Liga (rua Jaguaruna, 100)
Quanto:
1ª noite ­ R$ 25 masculino e R$ 20 feminino;
2ª noite – 1º lote: mesas centrais (R$ 60 por pessoa) e cadeiras laterais (R$ 50) / 2º lote: mesas centrais (R$ 70 por pessoa) e cadeiras laterais (R$ 60) / 3º lote: mesas centrais (R$ 80 por pessoa) e cadeiras laterais: R$ 70.