Por: Ariston Sal Junior | 29/05/2014
O gaúcho Benhur Spertto (E) adotou Jaraguá do Sul, onde criou um projeto de iniciação na modalidade de voleibol, cuja importância é reconhecida até pelo técnico da Seleção Brasileira, o multicampeão Bernardinho.  Foto: Divulgação

O gaúcho Benhur Spertto (E) adotou Jaraguá do Sul, onde criou um projeto de iniciação na modalidade de voleibol, cuja importância é reconhecida até pelo técnico da Seleção Brasileira, o multicampeão Bernardinho.
Foto: Divulgação

Há 14 anos, um entusista do voleibol chamado Benhur Rosado Sperotto aportou na cidade. Cansado da puxada rotina do vôlei profissional, onde teve carreira de destaque como técnico e dirigente, buscava um local tranquilo para colocar em prática um projeto de iniciação, que por aqui encontrou acolhida por parte da FME e patrocínio da Marisol.

Nascia o ‘Evoluir’, uma iniciativa que hoje atende gratuitamente quase dois mil jovens, em dezoito escolas da rede pública, ensinando no contraturno os primeiros passos em uma das modalidades mais vitoriosas da história do esporte brasileiro.

Iniciativa esta que rendeu rasgados elogios do técnico Bernardinho, da Seleção Brasileira masculina, durante sua passagem pelo município. “O projeto Evoluir é fruto de um trabalho de uma pessoa séria, apaixonada e conhecedora do nosso esporte, que vem formando e forjando jovens não apenas para o voleibol brasileiro, mas para a vida”, afirmou em entrevista exclusiva.

Bernardinho credita o sucesso do projeto principalmente à pessoa de Benhur, por quem demonstrou ter uma grande estima. “O Benhur eu conheço há décadas, de quando eu jogava ainda. Foi um treinador importante nos anos 80, junto com o Bebeto de Freitas. É uma pessoa que tem uma responsabilidade e uma participação muito grande nisso que o voleibol é hoje”, reconheceu.

Ainda sobre o projeto ‘Evoluir’, o comandante brasileiro mostrou que conhece muito bem a atividade desenvolvida por aqui e pede que a cidade continue apoiando a iniciativa, que já revelou vários atletas para a modalidade. “Que Jaraguá do Sul abrace esse projeto cada vez mais, até porque o biotipo da região é muito propício ao voleibol, com gente alta.

Bacana você poder ver que aqui é um solo fértil para se buscar grandes talentos e que o Evoluir possa realmente continuar a contribuir com o voleibol brasileiro”, acrescentou Bernardinho.

Com a quantidade de atletas formados no projeto, já seria possível montar uma equipe adulta, com tranquilidade. Porém, toda vez que é questionado sobre o assunto, Benhur não desmente que possui esse sonho, mas desconversa e garante não ser o momento ideal para o ‘Evoluir’ dar um passo ainda maior.

Talvez o processo seja acelerado após as declarações dadas por Renato D’Avila, Diretor de Competições da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV), durante os jogos da Liga Mundial na Arena Jaraguá. “Esperamos com esses eventos motivar o município a montar uma equipe profissional de vôlei masculino, já que o Estado hoje está sem uma representatividade na Superliga e no feminino temos Rio do Sul. A gente espera que o voleibol tenha um futuro muito promissor aqui no município”, ponderou D’Avila.

De certo no momento, apenas que o trabalho de excelência na formação de atletas e cidadão continua, dia após dia, nas quadras das escolas da região. Sempre sob os olhares atentos de Benhur, 65 anos, um gaúcho de Ijuí com o coração jaraguaense.

28MAI14-03-©-Marcos-Fari-Junior-Agência-Avante

 

Via OCP