Por: André Marques | 20/08/2014

Suzane não pretende mais deixar a Penitenciária Feminina de Tremembé (SP). Hoje, a menina cumpre uma pena de quase 40 anos, sentenciada em 2002, após matar seus próprios pais.

suzane-sebastiaomoreira

Como não existe uma ala de semiaberto na região, a menina afirmou querer esperar por uma. Suzane precisa da remição – a cada dois dias trabalhados, 1 dia de pena é reduzido – e do salário que recebe pelas atividades que realiza, afirmou em nota.

A carta foi enviada à direção do presídio na última segunda-feira, dia 18, pela réu e pedia para não deixar a unidade.  “Suzane declarou que gostaria de permanecer na Penitenciária Feminina 1 de Tremembé, aguardando o término da ala de regime semiaberto que está sendo construída na penitenciária”, diz nota da SAP.

suzane-von-richthofen-condenada-pelo-homicidio-dos-pais-em-2002-1339699029646_956x500

Ela estava em semiaberto há cerca de uma semana por um pedido da defesa, que tentava a transferência para o semiaberto desde meados de 2009.

De qualquer forma, ela querendo o semiaberto ou não, foi reprovada nos exames que poderiam conceder tal privilégio. Considerando a possibilidade de que ela poderia estar mentalmente instável, o que sugere que poderia tentar fugir. Então, vai voltar pra jaula.

Via Estadão