Por: Anderson Kreutzfeldt | 4 anos atrás

06-05-2014-01-12-54-leandro-emilio-preso-caso-mara-tayana-by-carlos-05-05-2014-17-

O principal suspeito do assassinato de Mara Tayana Ribeiro Decker, de 19 anos confessou ter estrangulado a jovem. O delegado de Joinville responsável pelo caso havia se deslocado para Navegantes no dia de ontem para buscar o acusado, que havia se entregue a polícia após chegar à casa da mãe (residente em Navegantes).

O Depoimento de Leandro Emílio da Silva Soares durou 2 horas. Segundo o homem, a morte da vítima teria ocorrido na madrugada em que saíram juntos do Centro (dia 1º) e teria sido motivado por uma briga.  “Ele disse que logo que chegaram a casa brigaram e, para deixá-la quieta, deu uma gravata nela (a imobilizou pelo pescoço com um dos braços) e depois usou a gravata para estrangulá-la”.

O episódio havia acontecido na parte de fora da residência e o assassino a carregou para dentro da casa, quando o esquartejamento começou. O objetivo do meliante era ocultar o corpo da vítima, mas o estômago dele não aguentou e ele simplesmente “saiu andando pela rua”, segundo o delegado.

O investigador ainda atestou que diversas informações não batem no depoimento pois ele desconversa e gagueja. Os dados serão apurados mas é fato que Leandro Emílio foi o assassino responsável pela morte de Mara Tayana Decker.

Fonte: NDonline