Por: Sistema Por Acaso | 31/05/2011

Nem Thom Yorke, Nem Ed O’Brien , muito menos os Irmãos GreenWood, o gênio da comunicação visual é o sujeito acima: Stanley Donwood, ex estudante da University of Exeter, local onde conheceu Thom, com quem mais tarde dividiria um prêmio Grammy de melhor arte por “Amnesiac’ em 2001.

Se tratando de artista, Stanley Donwood é um enigma. Seu trabalho nos álbuns do Radiohead e todo o trabalho artístico associado  tem ganhado reconhecimento mundial. Desde 1994, é o artista responsável por toda a arte do segundo álbum em diante ”The Bends”, suas imagens evocativas e assombrosas ajudaram a criar uma das marcas mais distintivas da música. Em 2006, o lançamento do disco de Thom Yorke  ”Eraser”  trouxe  ”Vistasde Londres” obra de arte de caratér único.

Agora com o lançamento de King of Limbs, Donwood é  visto aos olhos do público mais uma vez. Donwood, em suas ilustrações, muda de direção a partir de gráficos propagandista em ilustrações introspectivas, mas uma força consistente é a sua combinação de profundas emoções pessoais e políticas com modéstia e bom humor, assuntos pesados examinados não inteiramente a sério, mas certamente respeitoso.

Via SantaDrops