Por: Gabriela Bubniak | 1 ano atrás

Conscientização e educação são as palavras de lei para os membros do Projeto “Escola Ambiental Soldados da Mata”. Com o objetivo de incentivar a preservação ambiental e alertar para as más práticas que vão influenciar no futuro do planeta, um grupo de estudantes adolescentes resolveu se unir para disseminar a informação sobre as questões ambientais aqui na região.

O projeto tem o propósito de enfatizar o envolvimento da sociedade para diminuir o consumo desenfreado de materiais poluidores. A ideia é agregar, com a participação de crianças inscritas no projeto, o conceito de ensinar a cuidar do meio ambiente e transferir esse conhecimento para a sociedade.

Atuando de forma voluntária, principal foco é desenvolver com crianças e jovens estudantes, atividades práticas e teóricas sobre os problemas ambientais e como as pessoas e a natureza têm sofrido com as consequências.

Trabalho realizado com os alunos da escola Giardini Lenzi. (Foto: Divulgação)

Educação ambiental

Os alunos irão aprender de forma teórica e pratica como agir no meio ambiente e também ter uma convivência em mata, podendo identificar os problemas relacionados ao meio ambiente e aprender como resolver. Os alunos junto com os instrutores, realizarão mutirões sociais com a sociedade para educar e conscientizar as pessoas.

Através do “Soldados da Mata”, as crianças, multiplicadoras de conhecimentos, passam as informações à comunidade. 

O grupo é formado por cinco integrantes: Kelvin França, Edson Paz, Lucas Campos, Jackson Juan Santos e Mateus Borille Dall Agnol. Eles já contam um espaço para o projeto em Guaramirim, mas o local ainda terá que passar por uma restauração para ser utilizado. Por enquanto o grupo está em Schroeder e em processo de arrecadação de verba para restaurar a sala, e também conseguir materiais de ensino.

Já foi dado início ao projeto de educação ambiental, com pouco mais de 50 alunos da escola estadual Giardini Luiz Lenzi, no Bairro Vila Lenzi, em Jaraguá do Sul.

alunos2

Os soldados da mata iniciaram as atividades no mês de junho de 2016 e, segundo o integrante Kelvin França, a ideia foi a complementada e colocada em ação, com o apoio de patrocinadores e de parceiros, como a Policia Militar Ambiental de Joinville, que presta instruções para o grupo e realiza palestras quando solicitada, e a Associação de Resgate Noar, localizada em Guaramirim, que recentemente cedeu uma área do terreno da associação.

Quem quiser acompanhar o grupo ou entrar em contato para ajudar a manter o projeto, é só acessar o site ou o Facebook dos Soldados da Mata.

Foto: Divulgação