Por: Ricardo Daniel Treis | 11/11/2011

Fazer piadas com famosos é parte do ofício do humorista – e dos próprios famosos. Estão aí Silvio Santos e Lula, e seus milhares de imitadores, para provar. Mas, quando a piada se limita a dizer que fulana é feia ou que sicrana é “otária”, é de se perguntar se é de fato piada, já que não tem graça, ou mera grosseria. Os comediantes do stand-up-bullying usam com frequência do exédiente para atrair fãs. Os textos falham em sua proposta de ser piada e os artistas do humor são criticados. E se defendem acusando o público de careta.

‘O politicamente correto está virando uma ótima desculpa para humorista ruim. Qual dessas últimas polêmicas se deu em torno de uma piada realmente aproveitável?’, questiona o cartunista Arnaldo Branco.

Leia a matéria completa de Paula Reverbel.