Por: Sistema Por Acaso | 4 meses atrás

Tem um ditado que diz “onde se ganha o pão, não se come a carne”. Mas parece que tem um período do ano em que os trabalhadores catarinenses não ligam muito pra isso. De acordo com uma pesquisa realizada pelo site Sexlog, a famosa “festa da firma” é o momento em que a galera liga o ‘dane-se’.

A pesquisa foi realizada com 4.243 pessoas de todo o país, entre os dias 15 e 20 de novembro deste ano, e SC ficou com a segunda posição ranking nacional (com 41% dos que já transaram na festa da firma), atrás apenas do Pará, com 43%.

O Sexlog é o maior site adulto de relacionamento da América Latina, e revelou outros números surpreendentes sobre o comportamento dos brasileiros nas confraternizações de final de ano.

Um terço dos respondentes assumiram já terem feito sexo em alguma “festa da firma” e apenas 8% foram pegos “no flagra”. Mesmo assim, 99% não se arrependem e fariam de novo. Dos que não transaram (52%) ou só ficaram nos amassos (14%), 64% confessou só não ter avançado por falta de oportunidade.

E para quem toma a iniciativa ainda com a festa em andamento, o local preferido para agir é o estacionamento da empresa (39,4% dos que admitiram a ousadia escolheram o local para a conjunção carnal). Logo atrás vem o banheiro (28,6%) e 16,6% já transaram na própria sala. Entre os lugares citados na pesquisa ainda estão escada (13,8%), sala de reunião (10,3%) e copa (4,5%).

Entre os profissionais, a turma da Administração (14,1%) e Comércio (12,3%) é a que mais assumiu aproveitar a festa para fins sexuais. Já a galera de Filosofia, História e Veterinária figura entre a que menos representou na pesquisa (0,1% cada).

Confira o ranking nacional:

Fontes: Veja, BemParaná e Correio