Por: João Marcos | 15/01/2014

Por mais que você cuide do seu gato como se fosse um filho, ele não te enxerga como mãe ou pai. Segundo o biólogo inglês John Bradshaw, os gatos acham que os humanos são, na verdade, gatos gigantes.

thumb-98944170157-gatinho-resized

Bradshaw estuda o comportamento de animais domésticos há 30 anos. Em seu novo livro Sense Cat, o especialista explica que os gatos nunca foram criados para uma função específica, diferente dos cães que tiveram as raças cruzadas para serem mais dóceis. Como são menos domesticados que os cachorros, os gatos costumam agir pelo instinto.

O fato de serem mais selvagens também explica a aparente indiferença felina. Bradshaw afirma que os gatos sentem emoções extremas, mas não demonstram da mesma forma como fazem os cães.

Além disso, enxergam os humanos como gatos gigantes e dóceis. Quando um gato se esfrega na perna do dono, por exemplo, está demonstrando afeto da mesma forma como faria com outro gato.

Engana-se também quem pensa que quando o gato deixa ratos mortos pela casa sinaliza que quer alimentar o dono. Essa é só uma tentativa de levar a caça para um lugar seguro. Mas quando dá a primeira mordida, percebe que a ração tem um gosto muito melhor e deixa o rato de lado.

Então, seja você um gato gigante ou não. Jamais chute neve num felino:

[youtube_sc url=”http://youtu.be/o-oVhu2fu20″ width=”640″ autohide=”1″]

Via Info