Por: Dyovana Koiwaski | 3 semanas atrás

Falta pouco mais de um mês para Jaraguá do Sul receber o primeiro Festival de Cinema, TV e Online da cidade. E, pra adiantar um pouco do que vai rolar, a organização divulgou o nome dos 79 filmes que serão exibidos no evento.

Foram escolhidos 59 curtas-metragens, três meias-metragens e três longas-metragens para a categoria competitiva.

Também serão exibidos 14 produtos não competitivos e um experimental. O festival acontece entre os dias 14 e 19 de maio.

De Jaraguá do Sul, foram escolhidos sete participantes, entre competitivos e convidados. “Isso evidencia o interesse crescente na produção local”, comenta um dos organizadores do festival, Isaac Una.

Dentre os selecionados, ainda tem 14 obras dirigidas por mulheres e um convidado da Argentina, com a animação Vampirock.

Implantação de placas do Mercosul foi novamente adiada

Mais de 260 obras foram inscritas, vindos de todo o país, além de mais de 170 que se inscreveram do exterior.

“Não foi fácil selecionar o material, já que a qualidade apresentada superou as expectativas. Porém, trabalhamos dentro de um critério pluralista, criativo e democrático,  entre iniciantes e profissionais, e abrangendo as mais variadas temáticas, polêmicas ou não”, comenta Una.

Nos próximos dias será divulgado o resultado do ganhador da criação do design do troféu que será entregue na premiação do festival.

A lista completa de selecionados e todas as novidades do evento podem ser conferidas no Facebook.

De Jaraguá do Sul os selecionados foram esses:

Filmes competitivos 

1 – Valentina e o cachorro de chapéu, de Raul  Rodrigues e Carlos Eduardo –Infantil/comédia/experimental

2 – Reflexions, de Jonathan Weldt – Experimental/conceitual

3 – Hoje, de Bruno Rengel – drama/experimental

4 – Pontos da sexualidade feminina, de Andressa Vieira – animação/documentário

 

Amostra experimental

1 – Limite Mortal, de Isaac Huna e Marcelo Soares – suspense/drama

Filmes convidados não competitivos

1 – Vovô Emílio e o caminho do Peabiru, de Marlon de Toledo – infantil/história

2 – Garoto VHS, de Carlos Reichel – ficção

Leia mais:

“Ser lésbica é um ato político”, diz corupaense Bruna Linzmeyer