Por: Gabrielle Figueiredo | 14/09/2015

Entendendo o papel fundamental do cinema como documentação histórica, a Mostra Cinema e a Ditadura, promovida pelo Sesc em Jaraguá do Sul, propõe um olhar para os processos de ditadura em alguns países através de filmes que traduzem fatos, sentimentos e intenções de um período histórico.

As exibições iniciam nesta segunda-feira e seguem até sexta-feira, dia 18, sempre às 20h. Não haverá a necessidade da retirada de ingressos para assistir aos filmes.

Mais informações: 3275-7800.

Confira a programação e os trailers:

14/09 – “No” de Pablo Larraín – Classificação: 12 anos – 117min
Em 1988, o ditador chileno Augusto Pinochet, diante da pressão internacional, convoca um referendo sobre o seu mandato. Os líderes da oposição convencem o jovem publicitário René Saandra a liderar sua companhia. Com pouquíssimos recursos e permanente vigilância dos guardas de Pinochet, Saandra e sua equipe criam um audacioso plano para vencer a eleição e libertar seu país da opressão.

15/09 – “Diário de uma busca” de Flávia Castro – Classificação: 12 anos – 108min
O jornalista Celso Afonso Gay de Castro morreu aos 41 anos, na cidade de Porto Alegre, em circunstâncias suspeitas.

O militante político de esquerda foi exilado durante a ditadura militar brasileira. Durante esse período, ele percorreu diversos países, como Argentina, Venezuela, Chile e França, sempre carregando consigo sua família. Uma vida marcada pela história da luta armada, exílio e ausência. Sua repentina morte deixou seus familiares com um vazio e um mistério, que a filha Flavia tenta desvendar.

16/09 – “Infância Clandestina” de Benjamín Ávila – Classificação: 12 anos – 110min
Argentina, 1979. Da mesma forma que seu pai, sua mãe e seu querido tio, Juan leva uma vida clandestina. Fora do berço familiar ele é conhecido por im outro nome, Ernesto, e precisa manter as aparências pelo bem da família, que luta contra a ditadura militar que governa o país. Tudo corre bem até ele se apaixonar por Maria, uma colega de escola. Sonhando com vôos mais altos ao seu lado, ele passa por cima das rígidas regras familiares para poder ficar mais tempo com ela.

17/09 – “Os Falsários” de Stefan Ruzowitzky – Classificação: 14 anos – 98min
Essa é a verdadeira história de Salomon Sorowitsch, um extraordinário falsário e boêmio. Após ter sido preso e levado ao Campo de Concentração Alemão em 1944, ele concorda em ajudar os nazistas em uma organizada operação de falsificação criada para financiar os esforços de Guerra.

18/09 – “Cara ou coroa” de Ugo Giorgetti – Classificação: 12 anos – 90min

São Paulo, inverno de 1971. João Pedro (Emílio de Mello) é um diretor de teatro que está bastante atarefado com os ensaios para uma nova peça. Nas folgas do trabalho ele recebe ocasionalmente a visita de um integrante do Partido Comunista, que não compreende as opções estéticas e políticas da peça, parcialmente financiada pelo partido.

Paralelamente, Getúlio (Geraldo Rodrigues) e a namorada Lilian (Júlia Ianina), ambos idealistas, decidem colaborar com a resistência à ditadura militar, abrigando dois fugitivos. Eles decidem escondê-los na casa do avô (Walmor Chagas) de Lilian, um militar da reserva.

Fonte: Sesc