Por: Ariston Sal Junior | 5 anos atrás

 

Divulgação

Divulgação

As unidades educacionais de SESI e SENAI, entidades da FIESC, em algumas cidades do Vale do Itajaí, Vale do Itapocu e Planalto Norte suspenderam aulas nesta segunda-feira (9), devido aos alagamentos nas cidades. Na maior parte dos casos, a suspensão de aulas é decorrente das dificuldades de locomoção ou de problemas nas residências de professores, técnicos e alunos. A única unidade da FIESC efetivamente atingida foi o SENAI em Guaramirim, que acumulou água em mais de um metro de altura.

Os prejuízos na unidade ainda não foram calculados, mas há perdas consideráveis em equipamentos. O SENAI iniciou as atividades em Guaramirim no final de abril e a inauguração oficial seria realizada em julho.

No Planalto Norte, a situação é uma das mais críticas do Estado. Em São Bento do Sul, as escolas do SESI abrigam as vítimas dos alagamentos.

Veja abaixo a situação de aulas nas cidades atingidas:

Guaramirim – O SENAI está sem aula durante toda a semana. O retorno será determinado após avaliação das condições e recuperação da unidade. O SESI suspendeu aulas nesta segunda-feira.

Jaraguá do Sul, Schroeder e Taió – Sem aulas nesta segunda-feira nas unidades do SENAI e no SESI. Em princípio retornam na terça-feira, depois de avaliação das condições nas cidades.

Rio Negrinho – aulas suspensas no SESI e no SENAI por tempo indeterminado.

Corupá – sem aulas no SESI nesta segunda-feira.

Timbó – As aulas foram suspensas no SENAI em toda a segunda-feira e no SESI no período da manhã.

Blumenau – SESI e SENAI sem aulas nesta segunda-feira.

Rio do Sul – SENAI sem aula segunda pela manhã.

 

Mafra, Canoinhas, Papanduva – As aulas foram suspensas em todos os polos de atendimento do SESI.