Por: Ricardo Daniel Treis | 4 anos atrás

Assistam ao vídeo:

[youtube_sc url=”http://www.youtube.com/watch?v=je4JueW4zHw” width=”640″ autohide=”1″]

Em um ato de desespero, a costureira Rosemeri Weber deixou o filho de 10 meses no gabinete do prefeito de Guaramirim, Lauro Frölich, por volta das 13h, para ir ao trabalho. Ela reclamava por uma vaga em creche, mas agora vai responder por abandono de incapaz.

O Conselho Tutelar foi acionado e acolheu a criança até que os pais foram encontrados e tentaram um acordo. A Prefeitura informou que foi oferecida uma vaga ao filho de Rosemeri, mas não no bairro em que ela gostaria e por isso ela recusou o serviço. Uma nova reunião foi marcada para a manhã de quarta-feira, entre a Secretaria de Educação e os pais. O Conselho Tutelar informou a situação ao Ministério Público, que acompanha o problema da falta de vagas para a educação infantil.

Via OCP Online.