Por: Sistema Por Acaso | 4 anos atrás

selfie-sequestro1

Enquanto um homem mantinha um grupo de reféns presos em um café em Sydney, na Austrália, algumas transeuntes do lado de fora não resistiram à tentação de tirar selfies com o local do sequestro ao fundo, causando revolta entre os usuários do Twitter.

A foto de duas amigas fazendo autorretratos já foi compartilhada algumas centenas de vezes, na maioria das vezes acompanhadas de críticas. “Quem tira uma ‘selfie’ em meio a um sequestro? Bem, estas idiotas tiram”, disse uma usuária.

“Bem-vindos a 2014, quando tirar uma ‘selfie’ supera sua preocupação com a segurança e o bem-estar de sua população”, afirmou a usuária “Mer”.

“Não consigo entender por que alguém tiraria uma ‘selfie’ do lado de fora de um café onde há reféns. Perdi a fé na humanidade”, disse NJ Trader no Twitter.

“Todos que tirarem uma ‘selfie’ hoje no sequestro em Sydney têm que fazer um curso obrigatório como aquele que é feito quando você é pego dirigindo bêbado”, afirmou outro usuário.

O sequestro ainda causou comoção no Instagram, onde diversas pessoas compartilharam imagens acompanhadas das hashtags #PrayForSydney (Reze por Sydney, em inglês) e #SydneySiege (Cerco em Sydney, em inglês).

selfie-sequestro2

Selfie

Apesar de ser malvisto, o comportamento destas pessoas não pode ser taxado como incomum – pelo contrário, só cresceu em popularidade neste ano. Em 2014, a busca pelo termo “selfie” no Twitter cresceu 500%. Foram 92 milhões de buscas.

Uma selfie – da apresentadora Ellen DeGeneres no Oscar – tornou-se a mensagem mais republicada da rede social neste ano, com 3,3 milhões de compartilhamentos. A imagem também foi considerada a foto do ano pela revista Time. “A audiência para fotos vem crescendo exponencialmente graças à internet e aos smartphones”, disse a revista.

Funerais

No velório do candidato à Presidência Eduardo Campos, após sua morte em um acidente de avião, várias pessoas presentes tiraram autorretratos ao lado do caixão e postaram as imagens nas redes – causando uma onda de indignação entre internautas.

Uma selfie tirada com o presidente Barack Obama durante o velório de Nelson Mandelatambém causou críticas. O costume passou até a ser registrado pelo tumblr Selfies at Funeral.

“Por que as pessoas estão tirando ‘selfies’ e constantemente registrando tudo? A tecnologia sempre esteve presente neste sentido, mas para mim há um ponto em que chegamos longe demais”, disse o pesquisador Andrew Hoskins, da Universidade de Glasgow, na Escócia, e autor do livro iMemory.

Via Estadão.