Por: Sistema Por Acaso | 21/05/2014

1177806364

A Secretaria Municipal de Saúde aderiu ao Programa Hórus – Sistema Nacional de Assistência Farmacêutica – do Ministério da Saúde. Trata-se de uma ferramenta que permitirá ao município o acompanhamento individualizado do uso de remédios e o controle da distribuição e do estoque em tempo real na Central de Abastecimento Farmacêutico (CAF) e nas unidades de saúde.

Com o novo sistema, o gestor vai poder controlar eletronicamente o estoque, a quantidade de medicamento consumido em cada farmácia e monitorar o caminho percorrido pelo medicamento até chegar ao paciente. “Teremos acesso às informações em tempo real. Poderemos qualificar a gestão e aplicar o dinheiro público de forma mais adequada”, comenta Rodrigo Machado Prado, coordenador de Tecnologia de Informação da Secretaria Municipal de Saúde.

No ano passado, a Secretaria de Saúde investiu R$ 9 milhões e 139 mil na aquisição de medicamentos do elenco básico (225 itens) e R$ 2 milhões e 965 mil na aquisição de medicamentos judicial (comprados por decisão da Justiça).

O programa Hórus em Joinville será implantado de forma gradativa. Na primeira quinzena de junho – a data ainda será oficializada – técnico do Ministério da Saúde estará na cidade para confirmar a implantação em três unidades – Central de Abastecimento Farmacêutico (CAF), Regional de Saúde do Com asa e Regional de Saúde da Floresta.

“Nossa proposta é que até o final do ano todas as farmácias das unidades de saúde – mais de 60 – estejam integradas e trabalhando com a nova ferramenta”, informa Prado. Para isso, estão sendo definidas algumas ações para dotar às unidades da infraestrutura adequada – acesso à internet na velocidade compatível com a necessidade do sistema.

Nesta quarta-feira (21/05), farmacêuticos e agentes administrativos de saúde pública passaram o dia no Laboratório de Informática do Ielusc, participando de capacitação. Esses servidores já começaram curso do Hórus pelo ensino a distância (EaD) e o treinamento desta quarta-feira serviu para complementar a qualificação.

O Programa

– O Hórus é um software livre que será operado pela secretaria municipal de saúde e pelas farmácia central, farmácias dos postos de saúde, dos PAs, dos CAPs e da Farmácia Escola.

– É integrado ao Cartão Nacional de Saúde (Cartão SUS) e ao Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde.

– O nome vem da expressão “Olho de Hórus”, símbolo egípcio que significa saúde e felicidade.

Objetivos:

– Contribuir com a gestão da Assistência Farmacêutica do município, evitando desperdícios e o desabastecimento das farmácias

– Aperfeiçoar os mecanismos de controle e a aplicação dos recursos financeiros

– Permitir a rastreabilidade dos medicamentos (registro de lote e validade)

– Promover o uso racional de medicamentos pela população

Vantagens

– Agilizar o atendimento

– Identificar em tempo real (on-line) o estoque dos medicamentos na Central de Abastecimento e nas Unidades de Saúde

– Conhecer a demanda atendida e não atendida dos medicamentos

– Conhecer a origem das prescrições

– Planejar e avaliar as ações de Assistência Farmacêutica

– Registro histórico dos atendimentos

– Cruzamento de dados e geração de informações para subsidiar o planejamento de ações em saúde.