Por: Ricardo Daniel Treis | 3 anos atrás

Matéria por Rogério Tallini, para a Rádio Jaraguá AM:

cruzeiro

As obras do píer para o atracadouro de navios de cruzeiros, a sinalização turística e o trapiche na baia da Babitonga foram os assuntos da audiência do secretário de infraestrutura e urbanismo de São Francisco do Sul (SC), Norberto Sganzerla, com o ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves.

Segundo o secretário, 40% das obras do píer foram executadas. A conclusão do projeto de R$ 2,9 milhões está prevista para o final do ano.

O píer vai permitir que os passageiros dos cruzeiros marítimos desembarquem diretamente no centro histórico de São Francisco do Sul, cidade catarinense de 1504, considerada a 4ª mais antiga do Brasil. Além das belezas naturais da região, os visitantes são atraídos pela área central e portuária tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

Na mesma baia deverá ser construído um trapiche para embarcações de pesca e de atividades turísticas de pequeno porte. O novo atracadouro vai substituir o antigo trapiche do porto de São Francisco do Sul. A obra deverá custar R$ 2,2 milhões.

O município mantém uma intensa atividade portuária – com movimentação de 14 milhões de toneladas de cargas por ano – em harmonia com o turismo. O porto local, além de servir ao transporte de cargas, é uma das opções para os turistas que visitam a região.