Por: | 8 anos atrás

GALAXY-Tab

A Samsung finalmente entra no mercado de tablets com um concorrente interessante para o iPad: o Galaxy Tab. Embarcado com o sistema operacional Android do Google, o pequeno possante já chegou causando euforia devido a suas qualidades  únicas. Mesmo sendo menor que o iPad, ele garante muito poder de fogo contra o adversário neste mercado dominado pela Apple. Depois de muitos rumores, a Samsung finalmente apresentou sua jóia ontem, quinta-feira (dia 02 de setembro de 2010) no IFA, realizado na Alemanha.

O Samsung Galaxy Tab é um tablet com 7 polegadas diagonais de tela sensível ao toque (touchscreen), turbinado pelo pela versão 2.2 do Android (codinome Froyo). O Tab utilizará a mesma interface com o usuário, a TouchWiz UI, encontrada na linha de smartphones Galaxy S da Samsung, que apresentará sua interface para o usuário com uma cara de iOS, o sistema operacional da Apple embarcado no iPhone, iPad e iPod Touch. E para não perder a perseguição, e seguir o lider ipad, o dispositivo possui carcaça preta, moldura preta, auto-falantes de fundo, e até um conector de 30 pinos.

No núcleo do dispositivo você encontrará um processador  ARM de 1GHz de clock e uma GPU (processador gráfico) PowerVR, que já emprestam seu poder para os smartphones da linha Galaxy S. Vale saber também que esse poderio se equivale aos processadores encontrados no iPad. O tablet também vem embarcado com WiFi 802.11n, Bluetooth 3.0, e conectividade 3G. Além disso possui capacidades de um GPS, acelerômetro, giroscópio, e magnetômetro como sensores embarcados. Para armazenamento, o Galaxy Tab vem com flash interna de 16GB e 32GB, dependendo do modelo.

Mas a semelhança para por aí. A resolução de tela do Galaxy Tab é de apenas 1024 x 768 pixels, o que numa tela touchscreen de 7 polegadas diagonais se apresenta com as proporções de 16:9. Já o iPad possui tela maior (9,7 polegadas diagonais) e uma resolução de 1024 x 768 pixels. O tamanho menor faz o dispositivo aparentar ser bem pequeno. E ele quase consegue ser guardado no bolso. O tamanho reduzido não trás somente desvantagens. A vantagem é que ele tem uma densidade maior de pixels por polegada. São 171ppi contra 132ppi do iPad, mesmo sabendo que a tela widescreen sacrifica (e muiito) o espaço em tela para uso em pé (portrait). Seu maior foco será para a visualização de conteúdo de filmes em alta definição (HD) na posição deitado (landscape).

O dispositivo também inclui ambas as câmeras – frontal e traseira – o que o destaca novamente à frente do iPad, que negligenciou “descaradamente” com a ausência de câmera. A câmera traseira do Galaxy Tab possui resolução de 3MP e auto-foco. Ela também vem com um Flash LED embutido. Já a câmera frontal possui apenas 1.3MP e foco fixo (aparentemente mais do que suficiente para uso em vídeo-conferência). Com essas câmeras, além de fotos, o usuário poderá gravar vídeos com resolução de 720 x 480 pixels.

Já para a expansão do armazenamento de dados, o dispositivo permite que o usuário utilize cartões MicroSD de até 32GB de capacidade. O pequeno possante também vem com Flash (dessa vez o aplicativo da Adobe), e vem embarcado com a versão móvel 10.1. Infelizmente, a Samsung ainda não anunciou preços, nem operadoras que poderiam comercializar a conexão 3G. Rumores indicam que o pequeno possante estará á disposição do público europeu em meados de setembro (este mês), seguido de seu lançamento nos Estados Unidos até o final desse ano de 2010.

Via Under Linux.