Por: Sistema Por Acaso | 09/02/2015

Hoje se sabe que a cada R$ 1 investido em saneamento, R$ 4 são economizados em gastos com saúde. O diretor presidente do Samae, Ademir Izidoro, destaca ainda que, saneamento básico é saúde. E é por isso que o Samae de Jaraguá do Sul vem investindo cada vez mais em tratamento de esgoto.

agua-650x431

 

Atualmente são três estações de tratamento de esgoto em operação, a primeira, localizada no bairro Água Verde e inaugurada no ano 2000 está passando por um processo de ampliação e adequação com investimentos de aproximadamente R$ 1,6 milhões. As outras duas estações localizadas nos bairros Ilha da Figueira e Nereu Ramos, tem capacidade de atendimento de até 87.700 habitantes dos bairros Czerniewicz, Centro, Baependi, Vila Lalau, Vila Nova, Boa Vista, Águas Claras, Ilha da Figueira, Nereu Ramos, Ribeirão Cavalo, Tifa Monos, Santo Antônio, Braço do Ribeirão Cavalo. Izidoro, atribui o crescimento do índice de 2012 até agora às obras de aproximadamente 8.910 metros em ruas que foram implantadas redes com recursos próprios e entraram em operação nos últimos anos.

Uma quarta estação de tratamento está em fase de conclusão, localizada no bairro São Luis, em obras desde 2006 tem previsão para ser concluída ainda no ano 2015. Obra financiada no valor de R$23 milhões pela Caixa Econômica Federal e R$10 milhões com recursos próprios terá capacidade de atendimento de 70.000 habitantes dos bairros Vila Lenzi, Nova Brasília, Jaraguá Esquerdo, São Luis, Tifa Martins, Barra do Rio Molha, Barro do Rio Cerro e Jaraguá 99. Ao todo serão implantados 84.800 metros de rede e está em sua última fase de implantação, a qual compreende 30.000 metros. Com a conclusão desta estação, Jaraguá do Sul terá aproximadamente 82% de esgoto tratado, é um dos melhores índices do Brasil.