Por: Ricardo Daniel Treis | 4 anos atrás

198624_36O ator veio ao Brasil para divulgar o filme Noé, e passou dois dias no Rio de Janeiro. Parece pouco tempo, mas foi suficiente pra deixar a lição: nem turista famoso está imune aos problemas dos brasileiros. Primeiro perguntaram para ele o que achou do aeroporto:

“Aquela parte em que a gente chegou, para ser honesto, precisa dar uma arrumada.”

Uma “arrumada”, uehauheuaehaue! O cara é um cavalheiro com adjetivos… Derruba tudo e constrói novo = arrumada.

Logo depois comentou que foi dar uma volta de bicicleta pela cidade, na emenda veio outra pro governo:

“Foi um caos. Tirando as ciclovias da praia, não tem muito espaço para andar”.

É rapaz… Carioca que quer faturar uma grana lança ainda essa semana a linha de adesivos “Se tá difícil pro Russel Crowe…”

Queria que dessem um microfone aberto pro cara continuar falando, esses dois dias de experiência iam render uns 15 minutos de desgraça declarada.


E sei que vocês devem estar pensando o mesmo, então lá vai: imagina na Copa!

[youtube_sc url=”http://youtu.be/OUq94XHX5FU” width=”640″ autohide=”1″]