Por: Ricardo Daniel Treis | 5 anos atrás

Essa é do assalto a carro-forte que aconteceu em outubro do ano passado na Serra Dona Francisca. Chegando para fazer o atendimento, a primeira viatura teve a conduta testada, e falhou.

O PM Erevan de Souza saiu do interior da viatura, recolheu um malote de plástico, jogando-o para o interior da viatura, onde se encontravam os demais denunciados, afirmando ‘ganho de guerra é ganho de guerra’, propondo-lhes, então, a divisão do numerário.

Cinco oficiais se sujaram então por R$2,1 mil cada – haviam R$10,5 mil no malote. O assunto se espalhou e a própria polícia iniciou as investigações do fato ainda durante o andamento da ocorrência. Todo o deslocamento da viatura suspeita foi monitorada por satélite. Posteriormente, durante a investigação, os policiais confessaram o crime e devolveram o dinheiro que havia sido repartido entre eles.

O Ministério Público fez agora a denúncia de peculato-furto, o crime tem como pena a reclusão de três a 15 anos, caso haja condenação.