Por: Isah Sanson | 7 anos atrás

O crescimento no uso do ar-condicionado durante o verão é um item a mais a sobrecarregar a rede de energia elétrica da avenida Marechal Deodoro da Fonseca, onde ocorreu um apagão no fim do ano passado. A Celesc não descarta mais uma falha no abastecimento naquele trecho se as temperaturas forem extremas na cidade.

Para evitar o problema, a Celesc instalou um novo transformador no calçadão, onde estão grandes lojas da cidade. Na semana passada, houve uma nova queda de energia no Centro, mas, segundo o gerente regional da Celesc, Luiz Melro Neto, foi causado por obras na rede.

No calçadão da Marechal, há cinco transformadores, que nos dias quentes chegam a trabalhar com 95% da capacidade. Em época de temperatura mais amena, 80% são exigidos. “Está tudo perfeito. A não ser que dê outro dia com mais de 40ºC”, admite Melro.

O gerente recomenda que o comerciante que for instalar aparelhos ou aumentar a capacidade de climatização avise a Celesc para que companhia possa fazer as melhorias necessárias. “Hoje, a rede é suficiente. De repente, compram e instalam um aparelho, sem a gente saber. Isso pega a gente de surpresa”, diz.

O gerente ressalta que o consumo de energia aumentou no Vale do Itapocu no ano passado. Segundo a Celesc, a região gastou 16% a mais de energia enquanto no Estado esse índice foi de 11%.

Via AN.


“A não ser que dê outro dia com mais de 40ºC”. Jaraguá do Sul tá virando amostra grátis do inferno.