Por: Ricardo Daniel Treis | 13/05/2011

O leitor Ademir Malicheski nos mandou email esta semana com fotos de obra do Samae, questionando o cuidado da fornecedora quanto desperdício da própria água nestas situações.

Obras Samae

“Deixaram por mais de uma hora um cano de aproximadamente 6cm de diâmetro vazando água sem nenhuma preocupação em relação ao vazamento.” A obra estava sendo executada na rua Dona Matilde, na Vila Lalau.  Enviamos a notificação ao Samae, que nos enviou a seguinte resposta:

Olá boa tarde,
O Samae se preocupa com o desperdício, da mesma forma que o munícipe que reclama da situação. A obra não está sendo realizada pelo Samae, mas sim pela Prefeitura, são tubulações de drenagem urbana. O Samae providencia o conserto o mais rápido possível, mas há casos em que é necessário aguardar o término da obra para realizar o conserto. As obras de drenagem devem continuar e este tipo de situação pode ocorrer novamente. O importante é que são situações provisórias, necessárias para melhoria da infra-estrutura da nossa cidade.

Acrescentando mais uma informação: na foto enviada, a água que está vazando é um retorno de rede. Mesmo com os registros fechados, as tubulações são muito longas e ficam com água armazenada nelas mesmas, e até que esvaziem pode demorar muito tempo.

Att.
Vinícius Schweighofer
Assessor de Comunicação e Gestão Ambiental
SAMAE Jaraguá do Sul – SC