Por: Sistema Por Acaso | 31/01/2013

Complementando o post anterior, hoje vamos falar sobre a maior festa do esporte nos Estados Unidos, o Super Bowl, a final do futebol americano profissional (NFL), que ocorrerá no domingo.

Esse ano o Super Bowl será realizado em New Orleans. Para entendermos um pouco da importância desse evento na terra do Tio Sam, algumas informações podem ilustrar melhor:

O SB tem audiência média de 45% das residências com televisores nos EUA e 30 segundos de comercial no jogo custam a bagatela de 4 milhões de dólares.

Nesse dia o aumento no numero de pedidos de pizza aumenta em 35% e o de antiácidos no dia seguinte em 20% (sim, a festa começa cedo).

No intervalo do jogo acontece um mega show de 30 minutos, por onde já passaram Michael Jackson, Rolling Stones, Madonna e tantos outros de renome. Este ano teremos Beyoncé.

Acho que deu pra notar a dimensão do evento né?

Bom, mas chega de papo furado e vamos ao que interessa, vamos ao jogo.

Nesse ano teremos disputando o troféu Vince Lombardi, Baltimore Ravens x San Francisco 49ers, dois times treinados pelos irmãos Harbaugh (Jim no 49ers e John nos Ravens).

O 49ers chega como favorito nas casas de apostas e vem se mostrando um time muito consistente. Desde o inicio da temporada, vem mostrando um defesa dominante, que esta em entre as 5 melhores da NFL tanto contra o jogo de passe quanto contra o de corrida. É uma defesa que pressiona muito os quarterbacks adversários, com destaques para o linebacker Aldon Smith que conseguiu 19 sacks (derrubar o quarterback antes que ele lance). Destaque também para os excelentes Patrick Willis, Navorro Bowman e Dashon Goldson. O ataque se não é tão bem estatisticamente colocado como a defesa, vem se mostrando muito dinâmico desde a 11° rodada, quando o Colin Kaepernick assumiu a posição de quarterback titular. Antes um ataque que dependia demais de seu jogo terrestre, que é capitaneado pelo ótimo corredor Frank Gore. Com a entrada de Kaepernick, o jogo aéreo melhorou muito, com o wide receiver (recebedor) Michael Crabtree sendo o seu destaque. Kaepernick ainda adicionou um novo elemento a esse ataque, que são as suas corridas, complicando demais a vida das defesas adversárias. De negativo a pouca experiência de Kaepernick (apenas a segunda temporada, e só virou titular no final da temporada) e a péssima temporada do kicker (chutador) David Akers, o que pode ser decisivo num jogo tão equilibrado.

Os Ravens não foram tão consistentes durante toda a temporada regular, porém o time cresceu muito nos playoffs e eliminou fora de casa os favoritíssimos Denver Broncos e New England Patriots. É um time que tem muitos veteranos que precisam vencer o SB, pois dificilmente terão outras oportunidades. O ataque conta com o excelente corredor Ray Rice, sempre muito elusivo,seja correndo, seja recebendo passes. No jogo aéreo o quarterback Joe Flacco vem tendo uma excelente temporada, mostrando muita tranquilidade em momentos decisivos, distribuindo muito bem a bola e explorando a velocidade de Torrey Smith nas laterais do campo e a força e confiabilidade de Anquan Boldin recebendo passes pelo meio.

A defesa de Baltimore não foi tão forte nessa temporada quanto nos anos anteriores, porém conta com muitos jogadores experientes e que tem por hábito conseguir muitos turnovers (roubar a bola dos oponentes), Na linha de defesa, Haloti Ngata apresenta um explosiva combinação de peso, força e velocidade, que o tornam perigoso demais. Na secundária, o sempre playmaker Ed Reed, parece ter um imã com a bola, sempre conseguindo interceptações em momentos importantes dos jogos. Além deles, teremos o último jogo da lenda Ray Lewis. Sim, ele merece que usemos o termo lenda. Ray Lewis é considerado o melhor linebacker de toda a história. Lewis é mais que isso. É a cara da equipe de Baltimore. É um líder nato, admirado por todos na NFL. Um jogador que joga cada jogo com a máxima intensidade, sem em nenhum momento pisar no freio. Ray, você deixará saudades nos campos.

Palpitão: Vou contrariar o favoritismo e dessa vez vou apostar no Ravens. Acredito que o time esteja muito focado e Ray Lewis vai se aposentar de maneira heróica, com mais um Super Bowl no currículo. Ravens 28 x 21 49ers

Segue um vídeo de Ray Lewis, para os que não conhecem entenderem melhor porque ele é uma lenda.

[youtube_sc url=”http://youtu.be/GcSBw76_tpk” width=”640″ autohide=”1″]

Por Deivis Chiodini