Por: Ricardo Daniel Treis | 7 anos atrás

Outro puxão de orelha: quando vai cair na cabeça dos responsáveis a ideia de instalar uma lixeira nos fundos (ou, o ideal, proximidades) do Museu Emílio da Silva? Dia após dia, a situação é essa:

O pedestre perdeu a calçada para o desleixo, assim como a glória do Museu é ofuscada pela cena e vai-se roída pelas enormes ratazanas que, consequentemente, passaram a infestar o local. Enviamos reclamação à ouvidoria em outubro, ainda estamos no aguardo da resposta.