Por: Ricardo Daniel Treis | 12/08/2013

“Chega desse clichê tenho-câncer-não-consigo-mais-sorrir. Muitas pessoas, nesse exato momento, estão encarando um tratamento pesado contra o câncer e sorrindo, trabalhando, dormindo, pagando contas, vendo tv, transando, comendo, xingando o grêmio, sabe? A vida não pára só porque se está doente. Ninguém que tenha amor à vida e um diagnóstico de poucos meses restantes vai ficar chorando tanto quanto essa personagem!”

Morreu no altar, de olhos abertos

A autora do Além do Cabelo falou umas e outras sobre o que andou rolando na novela e a responsabilidade de quem anda por trás desses roteiros demi-sensacionalistas; eis o link para o post completo. É o depoimento de quem tem uma doença que foi dramatizada na TV, esclarecendo coisas omitidas em prol da desinformação que mantém audiência.