Por: João Marcos | 3 anos atrás

Artigo por Bia Amorim, para o Papo de Homem:

Alaus degustacija

A temperatura da cerveja é algo que ainda deixa dúvidas em quem vai apreciar o líquido.

A verdade é a seguinte: com temperaturas muito baixas, congelamos nossas papilas gustativas, que são pequenas células extremamente complexas e sensíveis- são responsáveis por enviar ao sistema nervoso, por meio da saliva, as informações de paladar que o cérebro identifica.

Então, quando estão em temperaturas mais altas, realçam aroma, sabor, corpo, acidez e doçura.

Quando as temperaturas estão mais baixas, realçam refrescância, amargor, carbonatação e secura, perdendo itens importantes como aroma, corpo e sabor.

Ou seja, uma cerveja muito escura, alcoólica e aromática quando servida geladíssima, perde suas principais características e, naquele momento, se vai todo o trabalho que o cervejeiro teve de pensar em uma receita equilibrada.

Mas o bom senso e o gosto popular não se discute, por isso preparamos algumas dicas, mas beba sua cerveja a temperatura que mais gostar.

temperatura
Daora hein? Lá no Papo de Homem tem outro artigo/infográfico bem bacana sobre cervejas, é esse aqui: 14 cervejas para descobrir como agradar seu paladar.