Por: João Marcos | 6 anos atrás

Pardo, amarelo, negro, branco, moreninho… O objetivo da artista e fotógrafa brasileira Angélica Dass é catalogar e finalmente esclarecer de uma vez por todas essa dúvida que nos cerca desde crianças, quando pintar um boneco no papel era uma das maiores dúvidas, querendo sempre o lápis “cor de pele” para preencher os espaços.

Humanae é um projeto criado por ela onde, ela fotografa diversas pessoas pelo mundo, e extrai o tom exato de uma amostra com 11×11 pixels do próprio rosto das pessoas, estampando o fundo da imagem com a cor do seu rosto, usando como referência o sistema PANTONE, principal sistema de classificação de cores, seguindo um código alfanumérico.

O resultado é impressionante e você pode conferir no site do projeto: colocadas lado a lado, as fotos revelam as diferenças sutis ou contrastantes da cor da pele das pessoas. Sem falar que é uma ótima forma de procurar a cor mais parecida com a da sua pele.

Para conhecer o projeto é só clicar aqui.