Por: André Marques | 30/07/2014

cristais-estibina-museu

Em contrapartida a abundância de alumínio, existem diversos metais raros no planeta, como o índio e o nióbio (que ficou mais popular de uns meses pra cá). São metais importantes para o desenvolvimento da tecnologia e também usados em muitos dispositivos digitais e eletrônicos.

Eles são conhecidos como metais de tecnologia e possuem uma demanda muito alta por parte da indústria mundial. Levando isso em consideração, o metal mais raro do mundo é o antimônio, elemento monopolizado pela China e é um dos metais correndo risco de extinção. Na verdade, quase 100% dos metais mais raros do mundo são produzidos na China.