Por: | 8 anos atrás

Joinville deverá contar com lei semelhante à de Navegantes, onde foram proibidas as pulseiras do sexo em escolas municipais. Os vereadores joinvilenses aprovaram moção de Osmari Fritz (PMDB) contra os adereços e começaram a analisar projeto de Sandro Silva (PPS) que os proíbe.

As pulseiras criticadas são aquelas com várias cores, cada uma indicando um “carinho”, de abraço a relação sexual. Quem arrebenta a pulseira do colega tem direito ao carinho definido pela cor. É uma brincadeira na esmagadora maioria das situações, mas ainda assim considerada de mau gosto ou indecente.

Via AN.