Por: Gabrielle Figueiredo | 04/09/2015

Na sessão de quinta-feira, dia 3, a Câmara de Vereadores de Jaraguá do Sul aprovou, em segunda votação, o projeto de lei complementar nº 8/2015, que cria cinco vagas para o cargo efetivo de professor especialista em Linguagem Brasileira de Sinais (Libras), com carga horária de 40 horas.

O cargo ainda não existia no quadro de vagas da Secretaria da Educação e para que se pudesse abrir um concurso e chamar um profissional para atuação na rede municipal de ensino era necessária a criação em lei aprovada pela Câmara.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

A gerente de Educação Especial, Kathlen Hass da Rocha, explica que a rede municipal de ensino precisa de um profissional para ensinar Libras aos alunos surdos das escolas e da educação infantil. Atualmente são oito alunos surdos no ensino fundamental e, recentemente, uma criança surda de dois anos na educação infantil.

“Nosso atual quadro de vagas prevê somente tradutor e intérprete de Libras, que traduz o conteúdo passado pelo professor para a linguagem do surdo. Mas precisamos também do professor que ensine a língua de sinais para os alunos”, detalha Kathlen.

A responsável pela organização de concursos da Educação, Eliane Maria Maluta Roberti, adianta que a Secretaria da Educação pretende abrir concurso ainda este ano para a vaga de professor de Libras e para outras vagas ligadas à educação.