Por: Gabrielle Figueiredo | 3 anos atrás

O projeto executivo para implantação da Ciclovia do Trabalhador em Jaraguá do Sul tem previsão para ser concluído no começo de novembro, conforme a Secretaria de Urbanismo.

O projeto está sendo executado pela empresa Mais Engenharia, de Florianópolis, e foi iniciado em julho. Depois de concluído, será apresentado para a ALL,  à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e em seguida licitado.

Foto: Divulgação PMJS

Foto: Divulgação PMJS

O andamento do projeto e os prazos relacionados à Ciclovia do Trabalhador foram discutidos em reunião na sexta-feira, dia 24, no gabinete do prefeito Dieter Janssen com a presença de representantes da Secretaria de Urbanismo e Instituto Jourdan.

A Ciclovia do Trabalhador terá uma extensão de 15,36 quilômetros e envolve os trechos dos bairros Centro, Nereu Ramos, Água Verde e Centenário. Deste total, 5,86 quilômetros já estão implantados junto à linha férrea e passando pelas ruas Afonso Nicoluzzi, Venâncio da Silva Porto e Bernardo Dornbusch. Dos 9,5 quilômetros a serem complementados, 6,1 km compreendem um trecho de Nereu Ramos ao bairro Rau (próximo da Universidade Católica) e os outros 3,4 km entre a Vila Lalau (perto da empresa Weg 2) e Centenário (próximo da empresa Zanotti).

Já nos bairros Amizade e Santa Luzia o projeto refere-se a uma ciclofaixa de 9,22 quilômetros a ser implantada junto a suas principais vias, ligando os dois bairros. O estudo de viabilidade dessa ciclofaixa e da Ciclovia do Trabalhador foi realizado pelo Instituto Jourdan. O custo total do projeto executivo é de R$ 224 mil.

Segundo o prefeito Dieter Janssen, o projeto da Ciclovia do Trabalhador é muito importante para Jaraguá do Sul, já que vai cortar a cidade de Leste a Oeste, oferecendo uma boa alternativa de mobilidade incentivando o uso da bicicleta. “Este projeto é a menina dos olhos da nossa administração e com certeza beneficiará boa parte da população que poderá usar de forma segura a bicicleta como meio de transporte, evitando o uso do carro”, comenta.

O projeto da Ciclovia do Trabalhador segue forte tendência mundial de sustentabilidade de cidades verdes em que o uso de meios alternativos de transporte são incentivados pela administração pública.

Fonte: PMJS