Por: Isah Sanson | 7 anos atrás

Tá aí aquela oportunidade para largar o cigarro:

O psicólogo do programa, Dalton Fischer, explica que há vagas abertas para aqueles que desejam parar de fumar. “Primeiro realizamos uma entrevista, depois uma avaliação médica e, após, começam as palestras semanais sobre o tabagismo, seus malefícios e as estratégias para parar de fumar”, detalha Fischer. Se a pessoa conseguir largar o cigarro, passa para uma nova fase, em que participa de reuniões mensais de manutenção por um ano. Nessas reuniões de manutenção os ex-fumantes trocam experiência sobre as dificuldades em manter-se longe do cigarro.

A Secretaria da Saúde disponibiliza um médico clínico geral, um psicólogo, uma enfermeira e duas recepcionistas para atender aos inscritos no programa na Unidade Sanitária Central. A coordenação é do diretor de Vigilância em Saúde, Walter Clavera. A meta do programa é a descentralização, para aproximar da comunidade a oportunidade de parar de fumar. “Basta a unidade de saúde ter um profissional de nível superior da área de saúde para coordenar o programa e um médico para fazer a avaliação clínica”, explica o psicólogo Fischer, que prevê que em três meses algumas unidades de saúde já estarão oferecendo o programa nos bairros.

Público-alvo: fumantes que queiram parar de fumar. 90 vagas por mês
Quando: reuniões nas sextas-feiras à tarde, à noite ou aos sábados pela manhã
Onde: Rua Jorge Czerniewicz, 800, Czerniewicz – ao lado do Pama 1
Quanto: gratuito
Contato: 2106-8301 ou pessoalmente na Unidade Sanitária Central