Por: Sistema Por Acaso | 3 anos atrás

Os Procons municipais vão participar de uma reunião na próxima segunda-feira, em Balneário Camboriú, para definir qual será a metodologia para definir se os preços cobrados nos postos de combustíveis catarinenses são abusivos ou não. Até o início da tarde desta quarta-feira, 24 Procons já haviam confirmado presença no evento, organizado pelo órgão estadual de Defesa do Consumidor.

— Os postos foram notificados em diversas cidades catarinenses e eles tiveram o prazo de 10 dias para apresentar as notas fiscais desde outubro até agora. E temos que tabular e fazer os cálculos para identificar se os preços são abusivos ou não — explica a diretora do Procon-SC, Elizabete Fernandes.

17232966

Aumento dos tributos

O preço da gasolina e do diesel aumentou nas bombas depois da elevação do PIS/ Cofins e da cobrança da Contribuição para Intervenção no Domínio Econômico (Cide), que resultou no aumento de R$ 0,22 por litro de gasolina e de R$ 0,15 por litro de diesel nas refinarias. O acréscimo também impactou na base de cálculo do ICMS, o que fez subir ainda mais os custos.

Com informações do DC.