Por: André Marques | 26/08/2014

Por diversas vezes acabamos tendo dor de cabeça por conta de um produto ou serviço que adquirimos mas que não está desempenhando seu papel como esperávamos. Provavelmente você já passou por isso.

Estresse-Blog

Partindo desse pensamento, a Senacon desenvolveu uma plataforma pública chamada consumidor.gov.br. O Site será monitorado pela própria Senacon, pelo Procon e outros órgãos do Sistema Nacional de Defesa do Consumidor.

Mas a que fim está sendo feito tudo isso? Facilitar a vida entre empresas e consumidores. Diminuir o número de ‘brigas’ entre ambos, uma vez que o processo se dará de maneira online.

— É uma plataforma avançada e vai disponibilizar ao consumidor fazer a reclamação de sua casa, sem enfrentar filas ou com restrição de horário — Afirma Elizabete Fernandes, diretora do Procon/SC.

O procedimento, basicamente, acontece da mesma forma que vêm acontecendo: alguém reclama e a empresa leva um – bom – tempo para responder e acaba por dificilmente algo se resolver. Agora, o processo será ‘monitorado’, por assim dizer. A empresa terá apenas 10 dias para dar uma posição, então o cliente classifica o atendimento e informa se o problema foi ou não resolvido.

122

De acordo com a diretora do Procon, a partir de agora o Procon fará constante contato com empresas para que todas cadastrem-se no sistema.

— É um grande serviço para o consumidor, mas lembramos que o serviço será monitorado, então o usuário deve ser responsável ao fazer as reclamações — ressalta a diretora do Procon de Santa Catarina.

Pode ser que agora melhore, ultimamente muitas pessoas têm desistido no meio de ligações por loopings infinitos de transferência de ligações somado ao estresse do momento e por fim sem resolução. Realmente espero que agora isso mude, pelo menos um pouco, para melhor.

E você, acredita que agora a coisa anda? Conta pra gente!

Via DC