Por: Sistema Por Acaso | 4 anos atrás

ee-1024x869

Nesta semana a primeira cirurgia de implante de íris artificial do sul do Brasil foi realizada com sucesso no Hospital de Olhos Sadalla Amin Ghanem, em Joinville, pelo oftalmologista Dr. Ramon Coral Ghanem, após longo período de estudos e treinamento.

O procedimento é específico para pacientes que perderam a íris, não sendo indicado para trocar a cor dos olhos. O acompanhamento pós operatório faz-se muito importante devido ao pequeno número de casos implantados no mundo, porém os resultados iniciais são muito animadores.

A íris, chamada de “cor dos olhos”, é uma estrutura muito importante, tanto do ponto de vista funcional quanto estético. Existe um orifício em seu centro, chamado de pupila, cuja função é controlar a quantidade de luz que entra nos olhos. Em um ambiente com muita luz, ocorre a diminuição do diâmetro da pupila, ao passo que, com pouca luz, ocorre aumento do seu diâmetro.

A ausência da íris, chamada de aniridia, pode ocorrer de forma congênita ou traumática (após acidentes oculares perfurantes graves). Estes pacientes sofrem com intensa sensibilidade a luz (fotofobia) e baixa visual, além de afetar sua autoestima.

Até há poucos anos não havia tratamento para este problema. O implante de íris artificial surgiu recentemente como opção terapêutica principalmente para os casos de aniridia traumática reestabelecendo a anatomia e estética ocular.

Esta tecnologia importada da Alemanha consiste em uma fina lentícula de silicone, pintada a mão, de acordo com as cores e relevos do olho contralateral do paciente. Existe pouco mais de 200 casos implantados no mundo.

Confira o antes e depois do procedimento:

Via OCP Online.